Nível sérico de albumina é marcador de mortalidade entre idosos hospitalizados

Salgado, FXC, Vianna LG, Giavoni A, Melo GF, Karnikowski MGO. Albuminemia e terapia medicamentosa no prognóstico de idosos hospitalizados. Rev. Assoc. Med. Bras 2010; 56(2):145-150. Link.

TÍTULO: Albuminemia e terapia medicamentosa no prognóstico de idosos hospitalizados.

OBJETIVO: Analisar fatores prognósticos de mortalidade entre indivíduos idosos hospitalizados, particularmente em relação aos níveis séricos de albumina, medicamentos utilizados, tempo de internação e número de doenças associadas.

TIPO DE ESTUDO: Análise retrospectiva.

FOCO PRIMÁRIO DA ANÁLISE: Mortalidade.

MÉTODO: 277 pacientes idosos, dentre os quais, 151 com hipoalbuminemia.

ACHADOS PRINCIPAIS: Os seguintes fatores foram preditores de óbito: número de medicamentos com afinidade pela albumina administrados (particularmente antihipertensivos e diuréticos), níveis séricos de albumina e período de internação. A relação entre a variável dependente e as independentes resultou na equação matemática: [óbito= 0,545 – 0,374 (albuminemia)- 0,195 (dias de internação) 0,175 (número de medicamentos com afinidade à albumina)].

CONCLUSÃO: Os níveis séricos de albumina e o número de dias de internação correlacionaram inversamente com a taxa de óbito e diretamente com o número de medicamentos com afinidade pela albumina.

About these ads

Sobre Voxmed
Inovações que facilitam a prática médica e respeitam a precisão científica das informações.

Os comentários estão desativados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: